Pages

Não precisa morrer para ver Deus

Não precisa morrer para ver Deus, casal apaixonado, amor, rezzalenda, entre cabelos e barba, Joelson Madeira

Não precisa morrer para ver Deus



Se eu fosse falar de seus olhos, ou de sua boca, estaria batendo mais uma vez na mesma tecla. Mas sabe? Não é isso! Não é pela sua beleza que me apaixonei. Existe algo por trás de seus olhos que me fazem flutuar. É a profundidade com qual me olhas que me deixa extasiado. É o que eu consigo sentir mesmo sem te tocar, que me deixa assim.

Então as barreiras são quebradas como vidro. Se desfazem em mil pedaços. Com paciência juntamos um por um, e construímos um castelo em vez de uma muralha. Porque baixamos todas as guardas. Aquelas que nos protegem de sofrer. Aquelas que nos deixam longe de todo mal e ao mesmo tempo de todo bem.
Dessa vez me arrisquei. Quis experimentar a doce brisa que vem do sul. Sem medo dos temporais. Pois esses causam estragos, mas nunca vão derrubar-me. Pois o castelo está sendo construído em cima de pedras firmes de confiança e dialogo.
Falando em dialogo. São esses que me fazem ver o quão especial és. Mostram-me a mulher por trás desse rostinho de boneca. Os pensamentos além, que eu tanto admiro.
Como dizem as bruxas, não existe mágica sem excitação. E a mágica corre pelos dedos, pelos nós. Porque não somos mais você e eu, somos nós, como aqueles de cordas. Juntos, tecidos pela mão divina. E como corda; de violão, vibramos.
Então o além se mostra mais uma vez. Já não mais apenas pela sua boca, mas pelo seu eu; pelo meu seu. Então temos certeza de que o divino existe. E que, “não precisa morrer para ver Deus.”

Originalmente postado em: http://entrecabelosebarba.blogspot.com.br/2015/07/nao-precisa-morrer-para-ver-deus.html

Entre Cabelos e Barba

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.

Nenhum comentário: