Pages

Universo hoje se expandiu


 Dançava feliz rumo ao horizonte de novas oportunidades. E nem mesmo o preto em sua volta o deixava preocupado. Era apenas uma poeirinha na imensidão do universo. Mas era a poeira mais feliz. Sabia de sua insignificância, e não se achava importante o suficiente para o que estava sendo feito.
 Pode se pensar que era apenas um quinhão de matéria perdida em tempo e espaço. Mas estava construído sua história e a história do universo. Pois tudo por maiores que sejam, são construídos por pequenas partes. Pequenas e corajosas partes. O todo só é um todo, pela união. Desde as menores até as maiores constelações são feitas de minúsculos, mas importantes fragmentos.
 Não há o gigantesco sem o minúsculo. Não há o forte sem o fraco. Não há a luz sem a escuridão. O bem sem o mal. A felicidade sem a tristeza. São oposto que se completam. São necessários para sabermos a real importância de cada um.
 E se cada gota desse céu que imaginamos esteja dentro de nós? E o inferno também. E todos os paradigmas, paradoxos, ambiguidades...
 Se cada um de nós sejamos nossa própria galáxia, ou melhor, nosso próprio universo. Com inúmeros sistemas, planetas, estrelas, cometas, asteroides, meteoros... Com diversos buracos negros. Com rotações, translações, magnetismos...
 Podemos ser nosso próprio universo. Cada um com seu jeito único. Cada um com seu lindo mistério. Cada um com o seu qual. Mistérios a serem explorados...

Entre Cabelos e Barba

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.

Nenhum comentário: