Pages

Guerra dos tronos


Guerra dos tronos

 Na guerra dos tronos qualquer um que ameace seu reinado é decapitado. E se for um lobo, leva a culpa sem ter. Porque o que vale são as aparências. Mesmo o inimigo muitas vezes estando ao lado, disfarçado de “cervo”.
 Às vezes pensamos que a guerra está do outro lado do pacifico. Quando muitas vezes ela está dentro de nós. Derrubando os muros que nos protegem de dentro para fora.
O inimigo vem com um dragão. Enquanto queima por fora, nos envenenamos por dentro. Ou nos envenenam, sem que percebamos. Pois o filho mais novo quer ocupar o trono. Seja ele de ferro ou não. Mas o verdadeiro filho é um ferreiro. Mate-o.
 Nas longas jornadas de norte a sul. Crianças se perdem. Famílias inteiras também. A morte vem a cavalo. A morte é um bebe. Lanças, chamas, vidas. E se do sul viestes, cuidado com os que estão de fora da muralha. Querendo te levar para as sombras. Querendo te congelar por dentro.
 Quando estás sendo observado de nada adianta ser inteligente. Às vezes somos atacados por quem menos esperamos. Mesmo sendo sangue do mesmo sangue.
 As muralhas nos protegem das flechas e das lanças. Mas não nos protegem de nós mesmos. De nossas atitudes, de nossos desejos...

Entre Cabelos e Barba

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.

Nenhum comentário: