Pages

Cosmos


Cosmos

 Enrolado estamos em uma leve manta, que nos protege do frio lá fora. Tampados das pontas dos pés até a cabeça. Como uma criança com medo do bicho papão, que ao menor ruído, se encolhe. Paralisada fica por um bom tempo. Até pegar no sono, e sonhar. Ah os sonhos... Esses sempre nos dão alento em meio às trevas das noites sombrias. Acalmando-nos com algo que não é nosso. Mas que poderia ser, ou será. E será! Porque se sonhamos, buscamos, ou deveríamos buscar.
 A leve manta que nos protege, também nos esconde de um céu estrelado. Que por conta do frio e do medo, não fazemos questão de ver

 O tempo passa na velocidade de uma estrela cadente. Explode com a intensidade de um cometa ao se chocar a um corpo celeste. Mas se o despertar não tardar, brilha como o raiar do Sol. Arde como uma estrela. E encanta como uma chuva de meteoritos. 

May you feel the wonder of all those who came before you, and none of the fear.
— Neil deGrasse Tyson

Entre Cabelos e Barba

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.

Nenhum comentário: