Pages

Não querendo te querer



Estou muito confusa. E a cada vez que penso mais, me perco em meus pensamentos. Viver nesse conflito interno entre o te querer e não querer. Me desperta o medo em te perder. E mesmo sem ter vivido o que por amor se é permitido. Sinto-te como se fosse aqui comigo. Mas nosso amor é pouco, e com pouco nada tem. Então me restrinjo fingindo a mim, que de ti eu não preciso. Digo não. Não por desistir, mas por prevenir.

Emília Pugno

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.

Nenhum comentário: