Pages

Jardim


Jardim


Em um imenso jardim de flores
Havia uma pequena rosa
Linda, cheirosa,
mas cheia de espinhos

As feridas causadas pelo tempo
Nem sempre podem ser apagadas
As feridas causadas pela dor
Nos deixam marcas

Nesse jardim nenhuma outra flor
Me chamou tanto a atenção
Quanto aquela solitária rosa
Que se destacava pela cor vibrante e o aroma inconfundível

Mas sua vida
Se resumia a solidão
Sozinha
Solitária

Resolvi então
Cultiva-la
Plantei-a em meu jardim
Dei tudo que ela precisava

Me surpreendi
Porque cultivado fui
Hoje não vivo mais
sem essa rosa

Entre Cabelos e Barba

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.

Nenhum comentário: