Pages

Crônicas içarense


Em uma cidadezinha de ventos calmos conhecida pelo paraíso das abelhas, (mesmo não encontrando nenhuma) vem a ficar conhecida por ser outro paraíso... Um paraíso fiscal!
Tudo começou em uma guerra antológica pelo poder entre raposas azuis e lobos de olhos vermelhos. Os lobos diziam que as raposas não faziam nada, só construíam parquinhos para os animais da floresta brincar. As raposas por sua vez defendiam o território dizendo que os lobos quando estavam por cima, nada tinham feito.

Um belo dia um lobo brilhante surgiu. Com uma Luz extraordinária tomou conta da cidadezinha. Da Luz como era conhecido teve varias crias, e seus lobinhos se multiplicaram pelos campos calmos e alagados. O vento começou a ajudar, juntamente com a relva que cobria os campos. Molhava a mão e enxugava os cofres... “Mais e mais água para matar a sede”, era o que pedia Da Luz aos seus superiores. E era atendido, molhando não só os campos, mas distribuindo água para seus lobinhos sedentos. “Onde esta o leite” cobrava as suas crias. “Calma as vaquinhas gordas estão por vir!” Eis que uma vaquinha cheia de leite se perde do rebanho. Seus lobinhos logo sentem a falta e vão de atrás para mamar mais um pouquinho. A vaca de nome Rincones se separa do rebanho. E logo é observada por lobos e raposas, que mostram seus dentes e presas para amedrontar a pobre vaquinha. A noticia se espalha pelos longos vales que rodeiam a cidadezinha de litoral vistoso. Eis que surge um cowboy, nomeado de forasteiro. Cabelos brancos, sorriso fácil e trás junto ao peito uma grande estrela vermelha. Os lobos de olhos vermelhos e as raposas azuis percebem que o forasteiro que pretende laçar a vaquinha se aproxima. Logo se juntam para espantar a ameaça. “Antes dois mamando na vaca, que um forasteiro de sorriso fácil!” É o que pensa tanto os lobos, quanto as raposas.

Em um dia de trovoadas Da Luz se depara com uma grande rede de malha fina. Que captura suas crias, seus lobinhos. Até seu lobo preferido foi capturado, Da Luz jr. um lobo brilhante que já tinha assumido o comando da energia da cidadezinha. E era o próximo da família a assumir o posto de líder, pelo menos era o que ele pretendia. Mas todos os pequenos lobos caíram na malha fina... Astuto já prevendo o ocorrido o lobo de olhos azulados (será que é lente?) se debandou para o lado das raposas. Dizendo que era sangue do próprio sangue azul que corre nas veias das mesmas. E agora, o que acontecera com a cidadezinha doce? O que será de Da Luz? E o lobo de olhos azuis? Não perca os próximos capítulos dessa batalha emocionante!
To be continued...

Entre Cabelos e Barba

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.

2 comentários: