Pages

A dor ás vezes é necessária




A dor ás vezes é necessária


Às vezes não conseguimos explicar todos os nossos sentimentos. Até porque são muitos, a raiva, a angustia, o ciúme. É, até mesmo o ciúme é frequente, recorrente. 
Quantos sentimentos ao longo do dia, quantos sentimentos ao longo da vida? Alguns fazem-nos perceber quanto é gratificante a vida. A alegria, o amor, tão belos por si só.
A vida é um mar de sentimentos revoltos. São jogados a correnteza e assim como a correnteza seguem um rumo. Alguns movidos pelas fazes da lua, outros seguem um ciclo definidos pela natureza. 
Nosso amor talvez seja um ciclo definido e que assim como os ciclos, também são alterados com as mudanças, com as fazes... 
Nem todas as fazes são ruins, nem todas as fazes são boas. Elas às vezes vêm para enfraquecer e com a fraqueza logo vem o fortalecimento. Porque todas as coisas se adaptam, é a lei da sobrevivência. Não há sobrevivência sem evolução. Não há evolução sem fraquezas. 
São nas derrotas que encontramos os verdadeiros vencedores. Aqueles que não desistem na primeira batalha, aqueles que não perdem a guerra se escondendo. São os desafios que nos fazem mais fortes. São esses que vencidos nos mostram que até mesmo uma cicatriz é bonita. Porque nos faz lembrar da dor, do suor que nos levou à conquistar a vitória. 


Entre Cabelos e Barba

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.

Nenhum comentário: