Pages

Mãe

Mãe


Eu nunca me expresso. Talvez esse seja meu maior defeito. Sei que um dia vou me arrepender por isso. Mas esse é meu jeito e não consigo modifica-lo.
 Apesar de não demonstrar, meu respeito é grande, minha admiração maior ainda. Difícil não admirar uma guerreira, uma batalhadora. Uma pessoa que passou a vida toda a fazer muitas vezes coisas que não gosta, apenas para manter o sustento de sua família. O sacrifício diário para ter o pão sempre a mesa...
Difícil não admirar uma pessoa que te ama sem se importar com o que você é, ou o que você tem. Uma pessoa que não olha para os seus defeitos para te julgar. A única coisa que ela quer é o seu bem. Sempre!
As mulheres tem essa benção, essa graça. De poder dar a luz a seus filhos e ama-los incondicionalmente. Só elas são capazes. O amor de pai é diferente. A beleza do amor de mãe é indescritível, não há como expressar com palavras esse sentimento. É de tamanha magnitude e beleza que chega a ser incompreensível para nós homens.
Aqui deixo o meu agradecimento eterno para a pessoa que mesmo não sendo minha mãe biológica demonstra ser muito mais que isso. Minha mãe me mostrou que não é necessário ser sangue do mesmo sangue para exercer um amor de mãe. Que não são laços genéticos que nos fazem amar alguém incondicionalmente. Que não são defeitos e problemas que diminuem esse carinho. Foi ela que me ensinou o principio da moral, do caráter...  Graças a ela enxergo o mundo de outra forma. Muito obrigado mãe por me amar de tal maneira, muito obrigado mãe por existir!

Entre Cabelos e Barba

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.

Nenhum comentário: