Pages

Universo palpável


Universo palpável

O que da para dizer é que somos assim, meio incompreensíveis e cheios de razão. A vida acontece como um passe de mágica, escorregando pelas pontas de nossos dedos. Ou tomamos todas as ações ou não tomamos nenhuma, e ela continua girando de ponta a ponta. Independente do que queremos, ou do que fazemos. É como um barco a vela. Você comanda a direção, mas não os ventos.
O acaso muitas vezes é a chance que criamos das possibilidades. Você nunca vai ganhar na loteria se não jogar. Mas se jogar, mesmo que de olhos fechados, poderá ganhar...
No acaso, nada acontece sem haver possibilidades. E essas muitas vezes são criadas propositalmente por quem quer o estado de ter, ser, estar...
Somos assim, humanos em tudo. Acreditamos em coisas que são possíveis.. Nunca imaginamos o real impossível, pois talvez esteja além de nossa capacidade...
Somos minúsculos comparados a imensidão do universo. Somos feitos de matéria estelar. Carbono, nitrogênio, oxigênio... Mas mesmo assim nos achamos maiores que tudo. Nos achamos únicos, especiais. E o mais babaca, imortais. Somos apenas poeira, e uma poeira insignificante. Somos parte do universo e não o contrário. Somos todos mortais e quem sabe amanhã, voltaremos a ser estrelas.

Entre Cabelos e Barba

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.

Nenhum comentário: